Pedro Neves

Maçonaria - Esoterismo - Misticismo - Simbolismo

Textos


10

AS SETE LÂMPADAS

“O Menorah ritual (candelabro de sete velas), arde e brilha com suas sete luzes simbólicas, o trabalho procede na câmara do meio”.

Livre interpretação da obra do pintor Di Prinzio, por Pedro Neves.

Na câmara do meio o trabalho é incessante, sete mestres a constituem, venerável, 1° e 2º vigilantes, orador, secretário, guarda do templo e Mestre de cerimônias.
A espada, símbolo muito usado na magia e no misticismo medieval. A espada representa o espírito ou a palavra do Grande Arquiteto dos Mundos.
A espada flamígera que poderá se transformar em flamejante emblema supremo da realização espiritual. Do ponto de vista esotérico, a espada representa o extermínio físico e a determinação psíquica dentro caminho cósmico do sacrifício, o seu fogo extermina no profano o que existe de mal e faz nascer um novo homem. O simbolismo da espada está ligado também à idéia da ação da justiça.
O malhete é o símbolo do poder.
O cajado representa o bastão patriarcal.
O pavimento de mosaico, que representa a dualidade na vida humana; nascer e morrer; positivo e negativo; inteligência e ignorância.
No altar estão o livro da lei, código de moral da instituição maçônica, o esquadro símbolo da perfeição e o compasso símbolo da medida justa.
O crânio símbolo do que tem caráter transitório e perecível, é o que resta após a destruição do corpo, sempre a nos lembrar que somos pó e ao pó voltaremos.
O Menorah (candelabro de sete velas), utilizado em muitas religiões para suportar velas é o símbolo da luz espiritual, como elemento de salvação. Os números de seus braços têm significados precisos, aludindo a sentidos cósmicos, místicos e cabalísticos. Sobre suas lâmpadas os símbolos dos sete planetas.
O Sol, corpo mais rico em simbolismo; representa o espírito, princípio da vida e de todas as coisas, símbolo da divindade por excelência. Emblema da geração, conservação e sustentação da vida, força positiva, agressiva e dominadora. É o princípio vital. Representado por um círculo (símbolo do espaço e do tempo infinitos) com um ponto no meio (símbolo do espírito). O seu anjo é Zaraquiel.
A Lua, a “Deusa da noite”, mãe universal, princípio feminino, representa a alma e a matéria. Força de caráter magnético. Símbolo da imaginação. Representada por um crescente em forma de copa, simbolizando o lado receptivo da natureza humana. O seu anjo é anjo Tsafiel.
Vênus para os gregos e romanos representa a figura da sua Deusa do amor e beleza, Afrodite. Amor espiritual e atração sexual. Natureza feminina. A sua cruz na parte inferior do círculo, significa o espírito tentando se libertar da matéria. O seu anjo é Hamaliel.
Júpiter o maior dos planetas, simboliza o pai, o patriarca, o rei, grandeza de espírito, sabedoria e generosidade. Representado por uma meia-lua crescente (consciência da alma) unida a uma cruz (matéria), natureza masculina, positiva. Seu anjo é Gabriel.
Mercúrio “O mensageiro dos deuses”, representado por um círculo com a meia lua em cima e a cruz embaixo, são a força ativa do eu, a consciência da humanidade, o intelecto, natureza andrógina. O seu anjo é Rafael.
Saturno simboliza o tempo, o terrível apetite para a vida, devora todas as suas criações, poderoso e malévolo, devido à natureza sutil e imperceptível com que mina a vitalidade do organismo físico. Natureza lenta, paciente, furtiva e velada. Representado pela cruz surgindo da meia-lua crescente, significa a manifestação da consciência. Positivo e masculino. Seu anjo é Micael.
Marte símbolo da força viril, da atividade e capacidade criadora, “Deus da guerra”, destrói rápido como um raio. Representado por um círculo com uma flecha na parte superior direita, significando a força criadora do espírito. Seu anjo é Ouriel.
As colunas simbolizam o que é justo e perfeito, a vida e a morte, os trópicos de Câncer e Capricórnio.
A corda com os laços de amor, que representam a união que deve existir em uma irmandade.
O “ovo cósmico” parece estar sendo sustentado pelas colunas. É o símbolo universal da origem da vida. Esotericamente representa a forma primordial esferoidal de cada coisa manifestada, desde o átomo até os globos planetários e o próprio universo. Na linguagem hieroglífica, o ovo representa a potencialidade, a semente da geração, o mistério da vida, símbolo do receptáculo que continha toda a matéria e todo pensamento.
Os vultos nas sombras representam aqueles que ainda não viram a verdadeira luz dos conhecimentos.
A estrela de seis pontas simboliza o signo de Salomão, apresentada com os dois triângulos entrelaçados, geralmente um de cor branca e outro de negra. As duas naturezas, a masculina e a feminina se interpenetram e se harmonizam. O ponto representa a manifestação divina. Diagrama de profunda significação oculta simbolizando entre outras coisas, a união do espírito com a matéria. 

SAIBA COMO ADQUIRIR O LIVRO ANÁLISE DO RITUAL DE APRENDIZ MAÇOM - REAA. VISITE O SITE: www.pedroneves.recantodasletras.com.br  e veja livros à venda.


PEDRO NEVES .‘. M .’. I .’. 33
Site: www.pedroneves.recantodasletras.com.br


Pedro Neves
Enviado por Pedro Neves em 27/06/2008
Alterado em 23/11/2010

Música: 1492 CONQUEST OF PARADISE - VANGELIS

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de Pedro Neves e o e-mail, neves.pedro@gmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras